Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Início > Uncategorised > Preparação para o estágio
Início do conteúdo da página

Preparação para o estágio

Publicado: Terça, 25 de Janeiro de 2022, 11h52 | Última atualização em Sábado, 29 de Janeiro de 2022, 10h29 | Acessos: 210

Temos observado ultimamente que não tem sido fácil para nossos alunos conseguirem estágio. O município não oferece muitas oportunidades. E boas oportunidades podem ser conseguidas fora do município, o que requer que você se afaste da Faculdade. Isso é particularmente problemático por duas razões:

  1. Ao se afastar você perde um pouco do contato com os professores, o que tende a dificultar a orientação de TCC
  2. Ao sair do município os alunos fatalmente desmobilizam sua infraestrutura (alojamento, mobília, utensílios). Normalmente, reativar isso tudo apenas para voltar à Tucuruí e finalizar o curso torna-se um transtorno.

Ao se preparar para o seu estágio (e o final do seu curso), tenha isso em mente. Pense realmente se quer fazer o estágio fora e se for, pense sobre como vai querer fazer seu TCC e terminar seu curso. Tenha em mente que a Faculdade entende as dificuldades e apenas deseja o seu sucesso, mas é preciso que você cumpra com as responsabilidades finais.

Dito isso, sugerimos que você pesquise sobre o processo seletivo e a empresa para a qual vai se candidatar. Saber o que a empresa faz ajuda, pois alguns processos seletivos consistem do candidato apresentar um plano de trabalho. Um bom plano só pode ser feito se você souber o que tem para fazer na empresa! Pergunte-se:

  • Que tipo de local de trabalho? Escritório? Fábrica?
  • Que tipo de negócio a empresa faz? Como o seu conhecimento se encaixa nele?
  • Que processos ela deve ter? De que forma você pode atuar?
  • Qual o público alvo da empresa?

Tenha em mente também que as seleções estão cada vez mais “genéricas”, isto é, as empresas não tem solicitado estagiários de uma área específica (elétrica, mecânica, civil, etc.). Assim, você acaba disputando vaga com pessoas de outra área. Não apenas isso, você fatalmente vai conversar com o pessoal de RH da empresa, muitas vezes sem formação técnica em Engenharia. Normalmente, o interesse deles na sua capacidade técnica é secundário, estando mais atentos à sua desenvoltura como pessoa, cidadão e potencial funcionário. Neste caso, valorize habilidades como:

  • Trabalho em equipe: seja sociável e respeitoso(a).
  • Criatividade: pense fora da caixa e evite soluções muito “manjadas”
  • Pro-atividade: tome a iniciativa, não seja passivo(a), levante a mão.
  • Liderança: saiba comandar sem ser “mandão/mandona"
  • Transdisciplinaridade: mostre que você sabe resolver problemas da sua área, mas também sabe aplicá-la a problemas que não estão diretamente ligados a ela.
  • Autonomia: mostre que tem desejo de se aperfeiçoar e buscar novos conhecimentos.
Fim do conteúdo da página