Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Início > Guia do Estudante > Horas complementares e de extensão
Início do conteúdo da página

Horas complementares e de extensão

Publicado: Terça, 25 de Janeiro de 2022, 11h15 | Última atualização em Sexta, 04 de Fevereiro de 2022, 16h55 | Acessos: 384

Verifique também Matrículas Especiais


Pelo PPC atual, o aluno precisa comprovar que realizou, ao longo dos cinco anos de curso, 180 horas de atividades complementares e 450 horas de atividades de extensão.


De um modo bem direto, “atividades complementares” são aquelas que o aluno faz em prol de si mesmo, para ampliar sua formação. Alguns exemplos: cursos de normas técnicas (NR10, etc.), língua estrangeira, informática (Office avançado, etc.), iniciação científica (projeto de pesquisa), dentre outras possibilidades.


Já as “atividades de extensão” são aquelas em que o aluno coloca em prática o que aprendeu a serviço de uma comunidade, preferencialmente externa à UFPA. Não é obrigatório, mas é preferível que o aluno execute essas atividades através dos projetos de extensão já existentes (não precisa ser necessariamente na UFPA).


Exemplos destes projetos no Campus: Baja, Muiraquitã, FabLab, Meninas na Engenharia, Empresa Júnior (Esquadro).


Obviamente não se espera que o aluno participe dessas atividades de uma vez só, em um único semestre. Na verdade, é preciso desde o início do curso, tentar se envolver nestes projetos e ir aos poucos desenvolvendo as atividades. Ao longo do percurso, vá guardando os certificados.


Para comprovar a participação, o aluno deverá apresentar uma cópia digital de um certificado, assinado pelo coordenador (ou orientador) do projeto ou atividade. O certificado deve conter o nome do aluno, o nome do projeto, o nome do coordenador, instituição (em caso de atividade fora da UFPA), a data de participação e a carga horária cumprida.


Importante: a data de participação deve coincidir com o período em que você esteve matriculado no curso de Engenharia Elétrica do Campus Tucuruí. Caso contrário, o certificado não será aceito.


Peça ao coordenador do projeto que forneça a carga horária total. Alguns certificados chegam informando a carga horária semanal, a partir da qual acabamos fazendo contas imprecisas de participação.


Também recomendamos que o certificado contenha (pode ser no verso ou em anexo) um breve resumo das atividades desenvolvidas pelo aluno no projeto. Isso é importante porque às vezes não fica clara a natureza da atividade e ficamos sem saber como enquadrá-la.

registrado em:
Fim do conteúdo da página